07/08/2011

Crónica "Zé"

1 comentário:

  1. Esta crónica está... de uma profundidade tão nobre que desarma! O fim?, tão quente como o anunciado sorriso desse Zé camarada.

    ResponderEliminar

Crónica «Nós» com reflexão sobre a sua leitura por Olga Fonseca

Nós Não precisávamos de falar. Como ele dizia – Tu sabes sempre o que eu estou a pensar e eu sei sempre o que tu estás a pensar ...