Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2011

Rafael Menezes: opinião sobre As Naus

"Acontecera-lhe de tudo na vida, desde descobrir a Índia e limpar, com as próprias mãos, as diarreias e o vômitos do meu irmão moribundo Paulo da Gama, a ajudar a entupir de rolhas de estearina o caixão do pai de um infeliz qualquer que viajava para o reyno num porão de navio a seguir à revolução de de Lixboa, desde jogar a bisca com oficiais sem pulso no baralho, até, como agora morar de vivenda do bairro econômico da Madre de Deus, a Chelas, que o parlamento decidiu atribuir por unanimidade acompanhada de uma medalha e um diploma como paga pelos meus serviços à pátria, é onde o rei Manoel me vinha buscar aos domingos de manhã para passeios de automóvel(...)"

Pág.135

As Naus (1988) parte de uma premissa muito interessante para, com o perdão do trocadilho, naufragar em um oceano com muito som e fúria mas que não se move. Em Lixboa que se desdobra em todos os tempos e espaços, diversos personagens retornam de suas aventuras na África, de caráter colonial, pois o regime ditatori…