Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2008

Norberto do Vale Cardoso: Algodões e agonias nas Cartas da Guerra de António Lobo Antunes

Artigo publicado na revista Diacrítica, Série Ciências da Literatura, nº 21- 3, de 2007, responsabilidade do Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho.
Norberto do Vale Cardoso fez o  mestrado com a tese "Autognose e (des)Memória: guerra colonial em Lobo Antunes, Assis Pacheco e Manuel Alegre", estando neste momento a preparar o doutoramento sobre a guerra em Lobo Antunes na Universidade do Minho.
O artigo, de 21 páginas, encontra-se disponível em formato pdf: clique aqui para ler.
Norberto do Vale Cardoso e-mail enviado em 14.06.2008

Jason Manuel Carreiro disserta sobre Segundo Livro de Crónicas

A morte do autor e o nascimento do leitor: um estudo da crônica “Receita para me lerem”, de António Lobo Antunes (*)
ResumoNeste estudo, problematiza-se a relação entre a voz narrativa e a voz autoral na crônica “Receita para me lerem”, de António Lobo Antunes, no intuito de discutir a função estética de um texto literário compreendido como pura exterioridade e as implicações de tal perspectiva na relação leitor – obra. Palavras-chave: Autor; Narrador; Leitor; Estética; António Lobo Antunes. I. Receita para me lerem?
O titulo “Receita para me lerem” (ANTUNES, 2002, p.109-11) pressupõe um texto preenchido por domínios codificáveis no intuito de atingir uma fórmula pronta que possa ser utilizada como ferramenta de leitura – afinal, uma receita é indicação minuciosa sobre uma certa quantidade de ingredientes e a maneira de prepará-los para atingir um resultado final.
Obviamente, a crônica em questão não fornece estes domínios codificáveis com facilidade – os textos de Lobo Antunes são constru…