Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2013

Celeste Pereira: opinião sobre Não É Meia Noite Quem Quer

Há já tanto tempo que não escrevo uma opinião acerca de um livro que, francamente, nem sei bem por onde começar. Ainda por cima um livro de ALA… Convenhamos que não é a coisa mais simples de fazer.
Confesso que, genericamente, gosto dos livros de ALA. Mais de uns, menos de outros, mas sempre me dão um prazer imenso ler. Pela qualidade da escrita e pelo desafio que, normalmente, comportam.
E, mais uma vez, assim aconteceu. Li-o há já uns tempos e foi daqueles livros que não me apetecia pousar. Não me importava até de o ler de novo, mesmo imediatamente a seguir (o que, regra geral, considero uma parvoíce tendo em conta a imensa multidão de livros bons que nunca terei tempo de ler). Além disso, desde logo cresceu em mim uma grande vontade de falar sobre ele, dizer o quanto me tinha agradado, o quão refrescante é ler um livro que nos preenche.
Pois bem, foi um caso de identificação desde o início. Em primeiro lugar talvez porque, em determinados aspectos, me seja fácil identificar-me com a p…

Paula, do blog Viajar pela leitura: opinião sobre Não É Meia Noite Quem Quer

Ler Lobo Antunes e ler este livro foi uma estreia em grande. Em grande, porque não conhecendo a restante obra do autor não sei se a sua escrita segue o mesmo estilo ou se é diferente. O que sei é que esta obra não segue os parâmetros que estamos (estou) acostumados.
Não é uma leitura fácil, eu diria até que bastante difícil. Uma escrita propositadamente confusa, onde os pensamentos sobrepõem-se às recordações, onde as palavras somam umas a seguir às outras, muitas vezes sem ligação entre si, mas espantosamente com um objectivo lógico!
Ao longo da leitura vamos conhecendo personagens ímpares e que poderiam ter existido no nosso tempo real… o sofrimento vivido por estes e as acções que desenvolvem não nos são estranhas.
A narrativa dá-nos a conhecer uma mulher adulta que visita a casa onde passou a sua infância e todo o sofrimento de que foi alvo. Sofrimento este que segurou toda a sua vida como se fosse algo importante até que uma questão se impôs: continuar a sofrer ou terminar com o sof…