09/08/2007

Da leitora Paula Dias

Eu hei-de amar uma pedra e continuar a amar a tua obra. Obrigada por existires.

Paula Dias


Paula Dias
e-mail de 09.08.2007

Sem comentários:

Enviar um comentário

Crónica «Nós» com reflexão sobre a sua leitura por Olga Fonseca

Nós Não precisávamos de falar. Como ele dizia – Tu sabes sempre o que eu estou a pensar e eu sei sempre o que tu estás a pensar ...