17/11/2006

Do leitor Fausto Lopo de Carvalho: «Revejo-me em tudo o que escreve»

Revejo-me em tudo o que escreve nas suas crónicas. Tenho-as como um marco de sensibilidade e como uma inegável referência literária. Percebo bem o que escreve e o que descreve pois vivi nos mesmos espaços que o senhor embora em alturas diferentes. Obrigado por me fazer rir e chorar, por criar tantas sensações neste mundo cada vez mais amorfo.

Fausto Lopo de Carvalho


Fausto Lopo de Carvalho
e-mail de 17.11.2006

Sem comentários:

Enviar um comentário

Crónica «Nós» com reflexão sobre a sua leitura por Olga Fonseca

Nós Não precisávamos de falar. Como ele dizia – Tu sabes sempre o que eu estou a pensar e eu sei sempre o que tu estás a pensar ...